+55 (11) 5183-5187  ou  5183-5096

contato@boog.com.br

Qual o meu próximo passo de carreira?

Gustavo G. Boog (*)

 Esta é uma pergunta que todos nos fazemos, de tempos em tempos, acentuando-se nas épocas de grandes transições. Todos têm muitos potenciais, alguns reconhecidos e outros desconhecidos, que podem estar ou não sendo  utilizados em nossas atividades do dia-a-dia. É muito comum vermos gente que estudou uma especialidade e na vida profissional exerce atividades totalmente diferentes, assim como tem muita gente que suspira ao dizer que gostaria de estar fazendo outras atividades, que acham que não os sustentariam.

Não são poucos os que gostariam de estar numa atividade terapêutica ou artística, mas acham que isto tem muitos riscos e não lhes proveria o sustento. E acabam se tornam funcionários burocráticos desmotivados. Assim, gastam sua vida num trabalho que consideram chato e aborrecido e não investem tempo e energia naquilo que é verdadeiramente sua vocação (de vocare = chamado). A paixão pela tarefa desaparece em suas vidas, que se tornam cinzentas e pesadas.

Existem momentos especiais, como por exemplo, quando somos transferidos ou promovidos a outro cargo ou região, quando recebemos um convite para trabalhar em outra empresa, ou quando somos despedidos de nosso emprego, e precisamos tomar a decisão: qual será meu próximo passo de carreira? Devo continuar neste ramo ou mudar para outro? Devo investir num novo curso para aprender novas competências? Devo mudar de cidade? E assim se sucedem inúmeras perguntas.

Na abordagem sistêmica das Constelações Organizacionais existe a técnica da “integração de currículo”, que pode ser utilizada tanto num grupo montado para este fim, como para clientes individuais. Consiste basicamente em o cliente escolher de 3 a 5 pessoas que são referências em sua vida, tanto no sentido positivo (um excelente professor / um líder admirado) como no sentido negativo (um chefe tirânico que ensinou como as coisas não devem ser feitas). Acrescenta-se um elemento adicional, denominado “o meu próximo passo de carreira”. E aí se inicia um construtivo diálogo do cliente com estas referências, onde geralmente acontece o reconhecimento e respeito por contribuições que cada um fez na vida do cliente, ou a conscientização de quão importantes foram algumas palavras ou exemplos de cada um. Isto vai dando uma plenitude ao cliente, que passa a ver de uma forma mais integrada e panorâmica sua trajetória pessoal e profissional (daí o nome “integração de currículo”), o que se constitui num embasamento para a próxima etapa, que é o diálogo com o próximo passo da carreira, onde são colocados os cuidados que as alternativas da decisão exigem, a lembrança do manter-se fiel a seus valores e potenciais, a consideração se a pessoa está preparada ou não para este passo, a conscientização de quais novas habilidades e treinamentos serão necessárias e outros fatos relevantes para a decisão.

A experiência de numerosos clientes atendidos mostra que esta abordagem é extremamente útil para as decisões que a pessoa deve tomar, dando por um lado um alicerce e realismo às suas expectativas e necessidades, e por outro uma tranqüilidade pessoal pelo reconhecimento de suas fortalezas e fragilidades, bem como o delineamento das ações que deve tomar.

(*) Gustavo G. Boog é o fundador do Sistema Boog de Consultoria, baseado em São Paulo, SP, com a missão de aumentar o diferencial competitivo das organizações, gerando resultados sustentáveis com o desenvolvimento do potencial humano, obtido com produtos e serviços que estimulam pessoas, equipes e empresas a construírem e realizarem suas competências. Contatos: (11) 5183-5187 - contato@boog.com.br

Ver Todos os Artigos

SOLICITE ATENDIMENTO


captcha