+55 (11) 5183-5187  ou  5183-5096

contato@boog.com.br

O PERFIL DO GERENTE DOS SONHOS: 
COMPETÊNCIAS PARA O SUCESSO ORGANIZACIONAL

Gustavo G. Boog

Se são as pessoas que fazem toda a diferença no sucesso das organizações, sem nenhuma dúvida são os líderes que asseguram os resultados num clima de motivação e de inovação, quer se chamem Presidente, Superintendente, Diretor, Gerente, Chefe de Departamento, Supervisor ou qualquer outra titulação.

Se pessoas ocupam posições de gestão nas organizações, é preciso assegurar que haja um conveniente preparo, desenvolvendo competências críticas aos empreendimentos. Os Programas de Desenvolvimento Gerencial são a denominação usual nas empresas, visando construir e aperfeiçoar os conhecimentos, habilidades e atitudes que se integram na chama da “Gestão de Competências”.

Para uma visão de tendências gerais nas empresas, o quadro a seguir descreve o que as empresas querem de seus gestores (novos comportamentos gerenciais – o perfil sonhado e esperado) e em contraposição o que as empresas não querem de seus gestores (paradigmas antigos e obsoletos – o perfil repudiado).

 

O que as empresas
Querem dos gestores
O que as empresas
não querem dos gerentes
Centrado em atingir Resultados de Negócios, em equilíbrio com um ambiente motivador e com estímulo à inovação e flexibilidade, sempre agregando valor Centrado apenas em Resultados de Negócio, em detrimento de Pessoas e Inovação e com foco excessivo em atividades que não agregam valor
Estimula com atitudes e exemplos a concretização do futuro É neutro ou negativo quanto ao futuro
Flexível no estilo de liderança, desenvolvendo a maturidade dos subordinados Muito centrado em apenas um estilo de liderança, não desenvolvendo a maturidade dos subordinados
Estimula o espírito e trabalho em equipe (intra e inter equipes); assume suas responsabilidades funcionais, com administração e visão do processo Focaliza o individualismo das atuações; não exerce plenamente suas responsabilidades funcionais, nem tem administração e visão do processo
Reforça positivamente o seu pessoal Não reconhece as contribuições e reforça negativamente seu pessoal
É auto-motivado e tem alto nível de energia Basicamente não gosta do que faz
Mantém equipe informada sobre as informações relevantes/ transparência Sonegador total ou parcial de informações/ opacidade
Foco nos clientes (externos/ internos) Centrado na produção
Equilibra ações de curto e longo prazo Imediatista / foco no curto prazo
Tem habilidades humanas Tem visão excessivamente técnica
Sabe agir estrategicamente Tem visão estreita (tarefeiro)
Promove ativamente a qualidade de vida para si mesmo, para sua equipe e comunidade (respeito ao ser humano) Não dá atenção à qualidade de vida própria, da equipe ou da comunidade
Age e promove parcerias/ equilibra as necessidades das partes / tem postura cooperativa e de confiança Estimula o individualismo / manipula o poder / tem postura de controlador e de impor medo / promove “igrejinhas”
Acredita no potencial inato das pessoas e cria condições para o seu desenvolvimento Eu penso, você executa
Delegador: negocia responsabilidades, assegura autonomia para decisões e prestação de contas Impõe responsabilidades sem a devida autonomia decisória. Oscila entre o controlar e abdicar
Atua eficazmente como “gerente de pessoas” Gerenciar recursos humanos é responsabilidade do RH
Estimula a criatividade e a contestação construtiva do “status quo” / proativo Estimula a conformidade e a adesão irrestrita ao “status quo” / reativo
Tem reverência pela diversidade de opiniões e de atuação. Aberto a rever produtos, serviços e formas de agir Sempre busca a uniformidade de opiniões e de atuações. “Não se mexe em time que está ganhando”
Equilibra a lógica com a intuição Centrado na lógica
Age eticamente sempre É ético quando convém
Promove o orgulho em ser membro da empresa Promove o orgulho em ser da sua área
Assegura que sua equipe de subordinados diretos também atue conforme esse perfil Não se vê responsável pelas ações de seus subordinados quanto ao perfil

 

De que lado você está? Quanto mais você estiver naquilo que as empresas querem, com certeza será um grande líder. Quanto mais estiver naquilo que as empresas não querem, seu papel será de chefe. E ser chefe é algo muito diferente de ser líder. Mas isto é assunto para outra ocasião!

Ver Todos os Artigos

SOLICITE ATENDIMENTO


captcha