+55 (11) 5183-5187  ou  5183-5096

contato@boog.com.br

NOVAS ABORDAGENS DE CLIMA ORGANIZACIONAL 

Marcelo Boog

Que a Pesquisa de Clima Organizacional é um precioso instrumento de diagnóstico todos já sabem. O que é novidade para muitos profissionais é que esta ferramenta pode ser ampliada e cada item aprofundado.

Em geral as Pesquisas de Clima apuram a satisfação e a favorabilidade dos colaboradores quanto aos diversos assuntos e itens que compõe o clima organizacional.

Desde a década de 80, o Sistema Boog de Consultoria utiliza esta metodologia, porém nos últimos anos temos aprofundado o tema com o estudo das evoluções dos resultados, ou seja, como cada colaborador percebe a evolução de cada item em um dado período, por exemplo desde a última Pesquisa de Clima Organizacional realizada. Isto é extremamente útil para determinar qual a evolução e a tendência de cada item, ou seja, quantifica se cada item está “melhorando” ou “piorando” na percepção dos respondentes. Isso abre novas perspectivas para o diagnóstico, pois dá movimento à fotografia. E por ser dinâmica, diferentes possibilidades são formadas:

•    Itens com altos índices de satisfação x tendência de melhora
•    Itens com altos índices de satisfação x tendência de piora
•    Itens com baixos índices de satisfação x tendência de melhora
•    Itens com baixos índices de satisfação x tendência de piora

Esquematicamente:

art_nuvem_is_nv abordagens_pco

Assim, além de identificar quais são os pontos fortes e oportunidades de melhorias, com os seus respectivos vieses de melhora / piora, podemos, respeitando a confidencialidade, quantificar quantas pessoas se sentem:

•    Satisfeitos e Otimistas
•    Satisfeitos e Pessimistas
•    Insatisfeitos e Otimistas
•    Insatisfeitos e Pessimistas

Claro que, ao fazer este tipo de análise, encontraremos uma série de resultados intermediários. Aliás, na prática encontramos a maioria dos resultados como sendo intermediários, mas pontuamos aqueles mais próximos de cada um dos quadrantes. Na prática ainda, percebemos que poucos são os itens e as pessoas que se encaixam perfeitamente em um dos extremos dos quadrantes, principalmente nos “Insatisfeitos e Otimistas” e “Satisfeitos e Pessimistas”. Isto faz muito sentido, uma vez que se estou totalmente insatisfeito com o clima, dificilmente perceberei que “melhora” em todos os itens; ou se estou totalmente satisfeito com o clima, dificilmente perceberei “piora” em todos os itens.

OK, sabendo disso, o que faço com esta informação?

Ter informações sobre o clima é primordial para saber onde devo colocar meu foco de desenvolvimento. Usando a metáfora da saúde, a Pesquisa de Clima para uma organização é como um exame de sangue para um indivíduo. O exame de sangue irá apontar um diagnóstico. Se o médico dispuser de “exames anteriores” (evolução) melhorará seu diagnóstico, o que possibilitará prescrever ao paciente uma série de cuidados, como alimentação, exercícios físicos, redução de peso, ajuste de doses de remédios, etc. Quanto melhor for a qualidade do diagnóstico, incluindo as evoluções / tendências, maiores serão as chances de cura.

Assim a Pesquisa de Clima Organizacional, aprofundada com estes indicadores, apontará mais precisamente quais as áreas específicas demandarão a maior atenção para a construção de planos de ação / desenvolvimento, bem como monitorará o acerto das ações corretivas e preventivas já adotadas pela organização.

Ver Todos os Artigos

SOLICITE ATENDIMENTO


captcha