+55 (11) 5183-5187  ou  5183-5096

contato@boog.com.br

GENTE QUE FAZ A DIFERENÇA

Gustavo G. Boog (*)

Fui convidado para fazer a palestra de encerramento do 14º Encontro Paraibano de Recursos Humanos. A apresentação foi antecedida por um painel de três “anônimos notáveis”, coordenado por Celeida Gadelha, Presidente da ABRH-PB e Paulo Xavier, Presidente da APARH. Foram momentos de muita emoção, de compartilhar experiências e de sabedoria. A grande lição que ficou para uma platéia magnetizada pelos apresentadores foi: gente simples faz a diferença!.

Tivemos a apresentação do Frutica, um vendedor de amendoins que inovou seu negócio com a venda a prazo, com o aluguel de espaço de merchandising das laterais de seu tabuleiro e de camisetas e bonés. Frutica continua a ser uma pessoa simples, não se tornou um milionário do setor de amendoins, mas soube transmitir que quando temos um sonho de sermos grandes, a força para a realização vem. Outra lição foi que cada pessoa tem um dom, mas este dom só se realiza se for disponibilizado para as pessoas ao redor, os clientes, para poderem usufruir do dom. Isto é interdependência!

O pequeno engraxate Edson soube fazer a diferença quando se apresentava impecavelmente aos seus clientes, com um belo terno e gravata, com lista de preços impressa em computador, com um foco em qualidade do que oferecia e com a disponibilidade de seus serviços a domicílio. Ao atender um cliente que era terapeuta, Edson teve o oferecimento de um curso de massagem (shiatsu e do-in). Com isto ele diversificou seus negócios e hoje oferece seus serviços de massagem dos pés nos bares e restaurantes da cidade. Diz Edson que o segredo de seu negócio é que todo mundo gosta de sapatos limpos e de uma massagem nos pés. A coragem de ousar, de percorrer caminhos não trilhados e não ter medo de aprender coisas novas foram algumas lições deste animado e energético paraibano.

O cabo Josenildo, um guarda de trânsito, um funcionário público, apelidado de “apito de ouro”, é conhecido em toda cidade, e vê sua missão pessoal e profissional zelar pelo conceito da corporação que representa, pela integridade das pessoas que estão nas ruas e pelo bom fluir do trânsito. Nem sempre estas três dimensões são convergentes. Ele faz a diferença e nos ensinou a importância de não ficar apenas no que é a descrição de seu cargo: é preciso sempre fazer um “algo mais”, por exemplo tirar com sua própria força um carro que está bloqueando o trânsito. O cabo Josenildo não aplica multas de trânsito há mais de 11 anos! Ele vê o seu papel muito mais como um orientador que um fiscal. Pelo respeito que conquistou pela sua integridade, ninguém desrespeita as leis de trânsito em seu território. Ele terminou sua apresentação contando um caso que pode ser resumido com:

  • Nunca vá por atalhos
  • Nunca seja curioso com as coisas dos outros
  • Nunca tome decisões de cabeça quente

Tivemos uma demonstração de que sabedoria, iniciativa, persistência, sonhos, concretização de missão não tem nada a ver com nível hierárquico, formação educacional ou com nível de renda. Basta querer fazer a diferença. Isto está ao alcance de qualquer um.

Quando vemos em tantas empresas gente que não faz a diferença, que é indiferente, desanimada, negativa, que se coloca como vítima das circunstâncias, esperando “algo acontecer”, precisamos perguntar: o que está gerando este comportamento?

Você é uma pessoa que faz a diferença? O que você está fazendo a este respeito?

 

(*) Gustavo G. Boog é Consultor e Terapeuta Organizacional, conduzindo projetos de elevação da competência pessoal, grupal e empresarial. Fone (11) 5183-5187 E-mail contato@boog.com.br Sites www.boog.com.br e www.ecotraining.com.br

 

Ver Todos os Artigos

SOLICITE ATENDIMENTO


captcha