+55 (11) 5183-5187  ou  5183-5096

contato@boog.com.br

FUI DEMITIDO! E AGORA?

Gustavo G. Boog

Este foi o pedido:

Caro Gustavo,
Uma leitora de mais de 45 anos nos enviou um e-mail mostrando estar bastante aborrecida, pois foi demitida da empresa na qual trabalhava e desde então não conseguiu recolocação no mercado de trabalho. Por favor, precisamos de dez dicas/conselhos do que ela deve fazer já que possui experiência, bagagem cultural e é formada em ótimos cursos.

Estas foram as “dicas”:

1) Crises são desafios e oportunidades: As adversidades acontecem. Quando estamos numa crise tudo o que queremos é sair dela e solucionar. Mas as crises têm dentro de si enormes oportunidades e elas nos convidam a buscar novas formas de pensar, de sentir e de agir. As crises são indicadores e gritam para nós: ‘VOCÊ PRECISA MUDAR!”

2) Redefina seus sonhos: talvez seu caminho seja voltar para alguma outra empresa. Mas pode ser que seja a hora de resgatar e trabalhar naquela idéia de ter um negócio próprio, de voltar a estudar, de se mudar para outra cidade. Ou qualquer outra coisa que faça sentido para você

3) Reveja suas competências: os sonhos para serem concretizados precisam ter as bases de sólidas competências. Se você quer voltar a trabalhar em empresa, o seu perfil de competências está adequado? se estiver, continue sua busca. Se não, está na hora de se preparar melhor. O “tempo de validade” dos nossos conhecimentos e experiências tende cada vez mais a ser menor.

4) Faça um plano de ações: sonhos são feitos de ar. A concretização dos sonhos exige ações efetivas, que às vezes exigem bastante transpiração

5) Pratique o desapego: mágoas fazem parte do passado e em geral o futuro nos inspira medo. Desapegue-se disto e concentre-se “qual é a minha próxima ação agora?”. Tenha abertura para rever quantas vezes for necessário.

6) Aceite mais e julgue menos: aceite as coisas como elas são. O mundo é como é, e não conforme gostaríamos que fosse. Aceitação não é conformismo, mas sim uma visão realista do que podemos fazer. Suspenda o julgamento daquilo que é diferente de suas expectativas. Diferente é só diferente, não quer dizer que é errado

7) Integre razão e emoção: em nossas  ações o racional é importante, mas também são nossas emoções e sentimentos. Sinta as reações de seu coração e seu estômago para cada ação planejada. Se houver mal estar, reveja.

8) Escolha ações que ame fazer: se não houver “brilho nos olhos”, faltará o mais importante. Ouse mais!

9) Recarregue suas baterias: crises são desgastantes e uma boa idéia é estar na Natureza, tomar sol, brincar com crianças, com amigos, ler um bom livro, ouvir música.

10) Não desista de seus sonhos: Pare de só ficar pensando, falando  e aguardando. Vá lá, e faça acontecer!

 

Boa sorte!

Ver Todos os Artigos

SOLICITE ATENDIMENTO


captcha