+55 (11) 5183-5187  ou  5183-5096

contato@boog.com.br

A ESPERANÇA AO INVÉS DO MEDO

Gustavo G. Boog

Não resisti a pegar uma carona na frase do Presidente Obama. E é isto que precisa ser cada vez mais reforçado no ambiente empresarial. Os líderes devem agir como líderes e não como chefes. O chefe manda, o líder inspira. O chefe investe na desconfiança, na certeza de que se ele não estiver lá para controlar, as coisas não acontecem. O líder investe na confiança, inspira, compartilha seu sonho e com isto inspira as pessoas. Com isto, naturalmente, vem o desempenho, a excelência no atendimento aos clientes, a motivação, o entusiasmo, o sorriso no rosto, a leveza e o acreditar no trabalho e na missão a que ele conduz.

Como se vê, perante seu pessoal, o líder representa a organização, seus valores, suas estratégias, suas formas de agir. É como se a organização desse a cada líder uma procuração para representá-la frente ao seu pessoal. E como em toda procuração, é preciso muita confiança e competência, para que o mandato seja exercido de forma positiva.

Há muitos anos, em meu refúgio nas montanhas, tive uma inspiração que gerou a “roda da gente”, onde conecto as palavras gerente e regente, num círculo que gira incessantemente, afastando o medo e gerando esperança:

Quando o profissional deixa de ser apenas um gestor e se torna um líder, inicia-se o resgate da autoestima e dos potenciais não utilizados. Com isto as pessoas se sentem bem, se sentem “reis”, e a alegria e o contentamento vem. O empowerment acontece, pois cada um passa a ser seu próprio dirigente. E aí vem o reconhecimento que também o gestor que iniciou este ciclo, que ampliou sua atuação para ser um líder, também é um ser humano, age como tal e trata os outros como seres humanos. E assim a roda gira…

Quando a esperança é forte, a confiança é restaurada, tanto no sistema, como na própria capacidade que cada um tem de enfrentar as dificuldades. Com isto o medo é colocado em sua dimensão correta. Eu adoro um comercial cujo título em inglês é “GO” (vá), que mostra diversas pessoas em momentos de hesitação frente a situações desafiadoras. É o momento em que as pessoas dão um passo para trás, motivadas pelo medo, pela incerteza, pelo receio de que não darão conta. Quando a pessoa reconhece o seu poder pessoal, a atitude muda tudo e cada situação passa a ter um novo desfecho, passando a mensagem de que quando superamos o medo, alterarmos os resultados. O comercial termina com a mensagem “Atreva-se. Mude”.

Creio firmemente que é possível um outro mundo organizacional, uma nova classe empresarial, um novo conjunto de valores que permeie todos  relacionamentos entre as partes que compõe o universo das organizações. Quando conjugamos gestores que são verdadeiros líderes, com pessoas competentes e motivadas em equipe, com diretores que definem, praticam e compartilham missões, visões e valores, este novo mundo se concretiza, com prosperidade para todos, com o bem comum prevalecendo.

 

Ver Todos os Artigos

SOLICITE ATENDIMENTO


captcha