+55 (11) 5183-5187  ou  5183-5096

contato@boog.com.br

“7 passos para se livrar do estresse no trabalho”

Matéria escrita por Magdalena Boog e editada na Revista UMA, edição de Abril/2007

 

1 – Conheça a si mesmo, as pessoas e o lugar ao seu redor - Crie um espaço ideal para trabalhar

Um lugar agradável, bem organizado, limpo e acolhedor pode criar um clima de maior serenidade para lidar com os desafios do dia-a-dia. Mas assim como o lugar físico deve estar arrumado, devemos nos conhecer e às pessoas ao redor para reduzir o stress, que se manifesta nos relacionamentos. No livro RELACIONAMENTOS que escrevi, nós definimos quatro tipos básicos de “jeitos de ser”: o rei, guerreiro, mago e amante. Cada qual tem potenciais e desafios a superar, e conhecer esses tipos que habitam dentro de nós amenizam muito situações estressantes.

2 – Mantenha boas relações com as pessoas ao seu redor - Saia da bolha (Socialize com os colegas / chefes)

Cada pessoa, ao se relacionar com as outras, manifesta sua forma de atuar. Os tipos “rei” sempre estão à busca de novidades, não gostam de detalhes, adoram começar coisas novas e tem dificuldade de concluir o que começaram; os “guerreiros” são os realizadores, os “fazedores”, vão direto ao ponto, mas são impacientes e não suportam lentidão nos outros; os “magos” gostam de tudo estruturado e organizado, não gostam de improvisação e tem dificuldades com os defeitos dos outros (e dos próprios); os tipos “amante” são agradáveis, ouvem, trabalham bem em equipe, querem ver todos bem, mas odeiam ter que dar uma posição clara e “sair de cima do muro”. O que é importante é reconhecer que cada pessoa é diferente das demais, e que isso não é errado, é só diferente.

3 – Saiba onde quer chegar – estabeleça metas - Tenha auto-controle e suba degraus (subir de cargo)

Quem tem um plano de ação, sabe onde quer chegar, tem um mapa que a orientará nos caminhos. Compare como é seu estado de espírito quando você está percorrendo um bairro que não conhece, quando e tem um mapa ou quando não tem nenhum referencial.

4 – Estabeleça prioridades – uma coisa de cada vez - Faça uma coisa por vez (não perca o foco)

Ter e manter um foco é saber estabelecer prioridades. Um grande fator estressante é querer fazer mais do que damos conta. Na realidade, nas empresas somos muitas vezes levados a isso, somos “enganchados” em desafios impossíveis de realizar. Mas se sabemos que temos que fazer primeiro o que é importante e urgente, depois os urgente, e assim por diante, temos uma melhor utilização de nossas energias. Mas estabelecer prioridades implica também em dizer “não” a muitas solicitações que fazemos a nós mesmos ou que os outros fazem de nós

5 – Desamarre a tromba (alto astral)

O bom humor é fundamental. Quando estamos mais serenos e relaxados nós sorrimos, nós vemos a vida com mais alegria; pelo contrário, o mau humor é irmão gêmeo do stress. E ninguém quer ficar ao lado de gente mau humorada, e as pessoas adoram um sorriso.

6 - Reconheça que as situações estressantes estarão aí sempre. A diferença está em como eu lido com isso - Respire na hora crítica (técnicas de relaxamento)

Não tem como escapar do stress. Nessas horas é importante manter a cabeça fria, tomar as decisões de forma a equilibrar o racional com o emocional. Para uma boa decisão é preciso estar sereno. Existem inúmeras técnicas de relaxamento, os orientais são mestres nisso. No mínimo, se não puder fazer outra coisa para relaxar, inspire profundamente algumas vezes e vá soltando o ar devagarinho. Isso ajuda a controlar o stress.

7 - Aperte o Eject (não levar nada do trabalho para a vida pessoal)

Nos dias de hoje, com celulares e e-mails somos alcançados a qualquer hora e em qualquer lugar. E é preciso estabelecer e honrar limites saudáveis. As pessoas trabalham 10, 12 e 14 horas por dia, e além disso, ainda participar de um conference call às 23 horas não parece nada saudável. Não deixe chegar o ponto em que voc6e seja obrigado a parar pois ficou doente. Meu amigo Dr. Ricardo de Marchi diz com razão: Quando temos saúde, temos muitos projetos. Quando ficamos doentes só temos um.

(*) Magdalena Boog é Consultora e Terapeuta, conduz Palestras e Workshops em temas motivacionais, de autodesenvolvimento e terapias avançadas, bem como counseling indicidual e grupal. Fone (11) 5183-5187 E-mail contato@boog.com.br Site www.boog.com.br.

Ver Todos os Artigos

SOLICITE ATENDIMENTO


captcha